terça-feira, 21 de julho de 2009

♥ Não Basta Tentar...


NÃO BASTA TENTAR...

-Tampouco é completo o arrependimento quando apenas tentamos abandonar o pecado. Tentar com fragilidade de atitude e esforço, é assegurar a vitória dos poderosos contra-ataques de Satanás. É necessário haver ação resoluta. Uma história talvez ilustre melhor esse ponto:
Um oficial do exército chamou um soldado e ordenou-lhe que levasse uma mensagem a outro oficial. O soldado fez continência e disse: "Tentarei, senhor! Tentarei!" A isso o oficial respondeu: "Não quero que você tente, quero que você entregue a mensagem." O soldado meio confuso, respondeu: "Farei tudo o que puder, senhor." A essa altura, o oficial então já bravo, replicou com vigor: "Não quero que você tente nem que faça o melhor que puder. Quero que entregue essa mensagem." O jovem soldado, endireitou-se, levantou a cabeça, fez continência outra vez e afirmou orgulhosamente: "Entregarei ou morrerei, senhor." Ouvindo isso, o oficial, irado, respondeu: "Não quero que você morra, não quero que você apenas faça o que puder e não quero que você tente. Ouça, o pedido é razoável; a mensagem é importante; a distância não é longa; você é capaz fisicamente e pode cumprir minha ordem, portanto mova-se e cumpra sua missão."
É normal que as crianças tentem. Elas caem e levantam-se várias vezes antes de certificarem-se quanto a seus próprios passos. Porém, os adultos, qua já passaram por essas fases de aprendizado, devem determinar o que irão fazer, e fazê-lo. "Tentar" não basta. "Fazer o melhor possível" não é o suficiente. Devemos sempre fazer melhor do que podemos. Isso é verdade em todos os níveis de vida. Temos um Companheiro que nos prometeu: "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á." (Mateus 7:7) Com a inspiração do Senhor podemos nos elevar acima de nossos poderes individuais, e nos estendermos muito além de nosso potencial humano.
- Spencer W. Kimball -

2 comentários:

Diego disse...

Ótimo o texto, Hellen. =]
Com a ajuda do Senhor podemos todas as coisas. Assim como no exemplo de Pedro caminhando sobre as águas. Se nos agarrarmos a nossos medos, podemos afundar com eles, mas se mantermos os olhos fixos no Senhor e confiarmos Nele, podemos fazer coisas que antes pareciam impossíveis.
Abração

Hellen ツ disse...

Obrigada pelo comentário tão edificante, Diego!

Obrigada pelo apoio, sempre!

:)