sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

♥ O Espírito de Natal



4 de Dezembro de 2009
(Mateus 2:1-12)
O Espírito de Natal

Eu sou o Espírito de Natal.
Entro na casa pobre, fazendo crianças pálidas arregalarem os olhos em alegre admiração.
Faço o avarento abrir a mão e concedo-lhe assim luminosidade à alma.
Faço o velho reviver sua mocidade e rir alegremente como em outros tempos.
Mantenho vivo o encanto nos corações das crianças e ilumino suas noites com sonhos repletos de magia.
Faço gente galgar com alegria escadas escuras, carregando cestas cheias e deixando atrás de si corações maravilhados com a bondade do mundo.
Faço o esbanjador parar um momento no seu caminho desenfreado e perdulário para mandar aos que o amam alguma pequena lembrança que provoque lágrimas de alegria - lágrimas que lavem de suas faces os duros vincos da dor.
Entro em sombrias celas de prisão, fazendo homens marcados lembrarem-se de como poderia ter sido sua vida e apontando-lhe um futuro melhor.
Entro suavemente na branca e silenciosa casa da dor e faço lábios fracos demais para falar tremerem em inaudível, mas eloqüente gratidão.
Faço de inúmeras maneiras este mundo cansado elevar seus olhos para a face de Deus e por uns breves instantes esquecer as coisas mesquinhas ou vis.
Eu sou o Espírito de Natal.
(Autor Desconhecido)

Citado por Thomas S. Monson

Nenhum comentário: