terça-feira, 29 de junho de 2010

♥ A Parábola da Abelha Imprudente

A Parábola da Abelha Imprudente

Às vezes, o desejo de independência e auto-suficiência é tão forte, que começamos a agir negativamente em relação a qualquer tipo de autoridade.
O Élder James E. Talmage conta a história de uma abelha que entrou voando em seu escritório num dia quente de verão. Após zumbir por toda a sala diversas vezes, não percebeu a janela parcialmente aberta pela qual havia entrado. O Élder Talmage compreendia algumas coisas que a abelha não compreendia, como por exemplo, que, se ficasse presa na sala, morreria. Esperando libertá-la, ele abriu completamente a janela. Tentou guiar a abelha para a liberdade, mas ela não consentiu em ser guiada. Ele tentou com mais ímpeto, mas a abelha ficou zangada e até picou a mão dele. Persistiu em seu vôo desorientado e não encontrou a janela para a liberdade. No dia seguinte, estava morta.

"O Senhor é muito generoso com a liberdade que nos dá. Quanto mais aprendemos a seguir o certo, mais somos espiritualmente auto-suficientes e mais nossa liberdade e nossa indenpendência são afirmadas."
- Boyd K. Packer -

"Adequadamente compreendida e praticada, a auto-suficiência é uma virtude desejável; quando deixa o Senhor de fora, entretanto, torna-se um vício que afasta os homens dos caminhos da retidão...
O homem, por si mesmo, não é totalmente auto-suficiente. Ele não deve confiar apenas em sua própria força nem no braço da carne. O Senhor é nosso Conselheiro e Libertador, de quem devemos depender para receber orientação, diretriz e inspiração."
- Bruce R. McConkie -

Nenhum comentário: