sábado, 25 de dezembro de 2010

♥ Ó Noite Santa!

 25 de Dezembro de 2010 
Ó Noite Santa!

Ó Noite Santa, de estrelas fulgurantes
Ó linda noite em que Cristo nasceu.
Estava o mundo, pecador, errante
Até que Cristo à Terra apareceu.
As almas gozam nova esperança
Em clara aurora nova luz se ergueu.
Ajoelhai, ouvi a voz dos anjos,
Ó Noite Santa, em Belém, Cristo nasceu,
Ó Noite Santa, Cristo nasceu.
Com corações, alegres nos curvamos
aqui no berço de Cristo, Jesus.
Magos, também, chegaram do Oriente
Guiados por uma estrela do céu.
O Grande Rei, nascido pobremente 
Eterno amigo se revelará.
Nossas fraquezas, Cristo bem conhece,
Ó eis, aqui, Vosso Rei,
Vinde adorar!
Ó Noite Santa, Cristo nasceu.
Noite divina, Noite sagrada, 
Ó Bela Noite de paz e amor.
Nós também entoaremos 
Lindas canções de amor e louvor,
Com santos e com anjos lá do alto, 
Iremos juntos com amor cantar.
Quão divinal é a noite de natal,
Ó vinde, todos, ajoelhar, Cristo nasceu, 
Ó Noite Santa, Cristo nasceu!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

♥ Fé - a Escolha É Sua

 24 de Dezembro de 2010 
FÉ - a Escolha É Sua

"Devido aos conflitos e problemas que enfrentamos no mundo atual, gostaria de sugerir uma escolha única, uma escolha de paz e de proteção e uma escolha adequada a todos. Essa escolha é a fé. Estejam cientes de que a fé não é um dom gratuito concedido sem que pensemos, desejemos ou nos esforcemos. Ela não nos chega como o orvalho que cai do céu. O Senhor disse: “Vinde a mim” (Mateus 11:28) e “Batei, e [dar]-se-vos-á” (Mateus 7:7). Esses verbos são de ação: “vir” e “bater”. Tratam-se de escolhas. Portanto, eu digo: escolham a fé. Escolham a fé em vez da dúvida; escolham a fé em vez do medo; escolham a fé em vez do desconhecido e do invisível, e escolham a fé em vez do pessimismo. [...] 

Sim, a fé é uma escolha, e ela precisa ser buscada e desenvolvida. Portanto, somos responsáveis por nossa própria fé. Também somos responsáveis por nossa falta de fé. A escolha é sua.

Quando os discípulos perguntaram a Jesus por que não conseguiam expulsar um demônio, como tinham visto o Salvador fazer, Jesus respondeu: “Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar” (Mateus 17:20). Nunca vi uma montanha de verdade ser movida. Mas, graças à fé, já vi uma montanha de dúvida e desespero ser removida e substituída por esperança e otimismo. Graças à fé, testemunhei pessoalmente uma montanha de pecado ser substituída pelo arrependimento e perdão. E graças à fé, testemunhei pessoalmente uma montanha de dor ser substituída pela paz, esperança e gratidão. Sim, já vi montanhas serem movidas."


- Bispo Richard C. Edgley - 


(Discurso na Íntegra - "Fé - a Escolha É Sua" - Bispo Richard C. Edgley, A Liahona Novembro de 2010, Páginas 31-33)

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

♥ Por Aquilo Que Realmente Somos

 23 de Dezembro de 2010 
Por Aquilo Que Realmente Somos

"Precisamos de um cônjuge bondoso que não vai contar nossas rugas, recordar nossas tolices nem fraquezas; (...) precisamos de um cônjuge amoroso com quem tenhamos sofrido, chorado, orado e adorado; alguém com quem tenhamos sofrido tristezas e decepções, alguém que nos ame pelo que somos e pretendemos ser, em vez do que aparentamos em nossa frágil carapaça exterior."
- Spencer W. Kimball - 


quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

♥ Para Fazer Bem Feito

 22 de Dezembro de 2010 
Para Fazer Bem Feito

"O amor inclui pureza, progresso, sacrifício e altruísmo. Esse tipo de amor nunca se cansa ou enfraquece, mas continua a viver em meio a enfermidades e pesares, pobreza e privações, triunfos e decepções, no tempo e na eternidade."
- Spencer W. Kimball - 

"Ame muitas coisas, porque em amar está a verdadeira força. Quem ama muito conquistará muito, e o que for feito com amor estará bem feito."
- Vincent Van Gogh - 

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

♥ Resistir À Tentação

 21 de Dezembro de 2010 
Resistir À Tentação

Darrin Lythgo
A batalha contra a tentação nunca termina, mas nem por isso devemos nos render. As idéias a seguir podem ajudá-lo a resistir mais facilmente  à tentação em qualquer lugar que esteja, seja com quem for.   



× Coloque dentro de sua mochila uma gravura do Salvador, uma citação das escrituras, um pôster d’A Liahona ou alguma outra coisa que o ajude a se lembrar dos altos padrões que você deve seguir.   
× Antes de contar uma piada, imagine-se contando-a para sua mãe, para seu pai, ou mesmo para o seu bispo. Se você não se sentir  à vontade, guarde a piada para si mesmo.   
× Procure amigos que tenham os mesmos padrões que você. É mais fácil tomar decisões corretas quando as pessoas com quem você convive também estão tentando fazer boas escolhas.
× Se você está tendo dificuldade de levantar cedo para ir ao seminário diário [ou às reuniões da Igreja], coloque o despertador bem longe de sua cama, para que você seja obrigado a levantar-se para desligá-lo.
× Reflita sempre nas conseqüências de seus pensamentos e ações. Pergunte a si mesmo: “Jesus Cristo faria isso?
× Para manter a mente longe de maus pensamentos, tente cantar um hino, recitar uma escritura, ou fazer alguma outra coisa que o distraia.
× Ore pedindo orientação e ajuda para vencer as tentações que surgirem em seu caminho.
× Leia as escrituras e vá [às reuniões e atividade da Igreja]. Como o nosso corpo, o espírito precisa diariamente de alimento para manter-se saudável e pronto para resistir à tentação.
× Lembre-se de que o Pai Celestial não permitirá que você seja tentado além do que pode suportar. (Ver I Coríntios 10:13.)



segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

♥ A Casa Queimada


 20 de Dezembro de 2010 
A Casa Queimada  

  Um certo homem saiu em uma viagem de avião. Era um homem temente a Deus, e sabia que Ele o protegeria. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano.
Quase todos morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservasse em cima da água. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha não habitada.
Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu ao Senhor por este livramento maravilhoso da morte. Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas.
Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço conseguiu construir uma casinha para ele. Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas. Porém significava proteção. Ele ficou todo satisfeito e mais uma vez agradeceu a Deus, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha. Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes. Assim com comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca. Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual tamanha não foi sua decepção, ao ver sua casa toda incendiada.
Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos:
"Deus! Como é que o Senhor podia deixar isto acontecer comigo? O Senhor sabe que eu preciso muito desta casa para poder me abrigar, e o Senhor deixou minha casa se queimar todinha. Deus, o Senhor não tem compaixão de mim?"
Neste mesmo momento uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo:
"Vamos rapaz,?"
Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro todo fardado e dizendo:
"Vamos rapaz, nós viemos te buscar"
"Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?"
"Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro. O capitão ordenou que o navio parasse e me mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante."
Os dois entraram no barco e assim o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus queridos.

"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito."
(Romanos 8:28)

" Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas."
(Provérbios 3:5-6)


♥ O Preço de Nossa Liberdade


 19 de Dezembro de 2010 
O Preço de Nossa Liberdade


      Um dia, um homem chamado George Thomas, um bispo de uma pequena cidade nos Estados Unidos, chegou na igreja na parte da manhã, trazendo na mão uma gaiola vazia e colocou-a em cima do púlpito. Muitas pessoas ficaram curiosas e ele começou a falar: "Eu estava andando na rua ontem quando eu vi um menino que vinha em minha direção. Ele estava balançando esta gaiola e nela havia três pássaros pequenos que estavam tremendo de frio e medo. Eu perguntei ao rapaz: 'O que você tem aí?', 'Só alguns pássaros velhos', disse ele, 'O que vai fazer com eles?', 'Vou levá-los para casa e vou brincar com eles. Eu vou amolá-los e vou arrancar suas penas, eu vou ter um bom passatempo com eles', respondeu o rapaz. 'Mas você vai cansar deles cedo ou tarde. O que vai fazer com eles depois?', perguntei, 'Tenho alguns gatos e eles gostam de pássaros, vou dá-los a eles', respondeu. O bispo fez silêncio por um momento e perguntou: 'Quanto quer pelos pássaros?', 'O que? O senhor quer esses pássaros? Eles são somente pássaros velhos que não cantam e não são bonitos', 'Quanto?' O bispo perguntou. O rapaz pensou que o bispo estava louco e falou: 'Dez dólares'. O bispo retirou dez dólares do bolso e colocou na mão do rapaz. Rapidamente o rapaz saiu.
Em seguida o bispo levou a gaiola e encontrou um lindo lugar. Ele abriu a porta e soltou todos os pássaros. Isto explica porque ele teve a gaiola no púlpito, e então o bispo começou a contar a história.
Um dia Satanás e Jesus estavam tendo um diálogo. Satanás havia voltado do Jardim do Éden, olhando com satisfação: 'Sim, Senhor. Eu capturei o mundo enchendo-o completamente de pessoas lá em baixo. Coloquei algumas armadilhas, usei iscas e eu sabia que eles não poderiam resistir. Capturei todos eles.' 
'O que vai fazer com eles?' Perguntou Jesus Cristo.
'Eu vou ter uma grande diversão com eles. Vou ensinar como casar-se e divorciar-se. Como abusar-se mutuamente. Como inventar armas e bombas e matarem-se mutuamente. Eu realmente vou ter divertimento.'
'E o que você vai fazer quando se cansar dessas coisas?' - 'Vou matá-los e condená-los.'
Jesus então perguntou: 'Quanto você quer por eles?'
E Satanás respondeu: 'Você não quer essas pessoas. Elas não são boas e se ajudá-los vão detestá-lo. Eles vão cuspir em você, maldizer-te e matá-lo. Você não vai querê-los.'
'Quanto?' Perguntou Jesus.
'Satanás olhou para Jesus e zombou dele: eu quero todas as suas lágrimas e todo o seu sangue.'


"Cristo pagou o preço. Ele levou a gaiola e nos abriu a porta."


    Que possamos fazer com que o sacrifício que Cristo fez por nós realmente possa ser válido, e que busquemos levar uma vida de retidão para dessa maneira expressarmos um pouco da gratidão que sentimos pelo Seu sofrimento pelos nossos pecados.


História lida no discurso de Jackson dos Santos. Obrigada pela colaboração. 

sábado, 18 de dezembro de 2010

♥ Veneno Para a Alma

 18 de Dezembro de 2010 
Veneno Para a Alma

"Evitemos a maledicência, a difamação e os mexericos. Trata-se de veneno para a alma dos que se entregam a tais práticas. A maledicência prejudica mais o autor do que a vítima."

- David O. McKay - 

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

♥ Gratidão

 17 de Dezembro de 2010 
Gratidão

Tenham um espírito de gratidão em tudo que o fazem ou dizem. Agradeçam a Deus por suas bênçãos e expressem gratidão a todas as pessoas que os ajudam.

Esta é uma época maravilhosa para se viver aqui na Terra. As oportunidades são ilimitadas. Embora haja muitas coisas erradas no mundo hoje, há também muitas coisas certas, como professores que ensinam, ministros que exercem o ministério, casamentos que dão certo, pais que se sacrificam e amigos que ajudam.
Podemos elevar-nos e elevar nossos semelhantes, quando nos recusamos a ter pensamentos negativos e cultivamos a gratidão. Se por um lado a ingratidão se acha na lista dos pecados graves, por outro, a gratidão faz parte das virtudes mais nobres. (…) Sejamos gratos por nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Seu glorioso evangelho responde às maiores perguntas da vida: De onde viemos? Por que estamos aqui? Para onde vai o espírito após a morte?”

- Thomas Spencer Monson - 

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

♥ O Que é a Verdadeira Beleza?

 16 de Dezembro de 2010 
O Que é a Verdadeira Beleza?

"Em nosso mundo, o caráter moral costuma ser visto como secundário em relação à beleza e ao charme."
- Thomas Spencer Monson -

"A Verdadeira Beleza", pelo Élder Lynn G. Robbins:


× Uma jovem cujo semblante brilha de felicidade e a virtude irradia beleza interior.
× O sorriso virtuoso é verdadeiramente belo quando reluz com total naturalidade. Essa beleza verdadeira não pode ser simulada, mas é um dom do Espírito.
×  O recato é um sinal exterior necessário para a beleza interior.
×  Caso sua aparência lhe cause desânimo, pode ser útil enxergar a si mesma pelos olhos daqueles que a amam. A beleza oculta vista pelos entes queridos pode tornar-se um espelho para melhoras pessoais.
×  O tipo de homem que uma mulher virtuosa deseja desposar também não vê como vê o homem natural (I Samuel 16:7). Ele se sentirá atraído pela verdadeira beleza que ela irradiar de um coração puro e feliz. Isso também se aplica à jovem que procura um rapaz virtuoso.
×  O Pai Celestial espera que todos os Seus filhos escolham o que é certo, que é a única forma de alcançarem felicidade duradoura e beleza interior.
×  Com o Senhor, não há competição. Todos têm o mesmo privilégio de ter a imagem Dele gravada no semblante (Alma 5:19). Não há beleza mais verdadeira.



quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

♥ Correções Necessárias

 15 de Dezembro de 2010 
Correções Necessárias

      “Os pequenos erros e desvios mínimos da doutrina do evangelho de Jesus Cristo podem trazer tristes consequências para nossa vida. Portanto, é de fundamental importância que nos disciplinemos o suficiente para fazer correções imediatas e decisivas a fim de voltar para o caminho certo e não esperar que os erros de alguma forma se corrijam sozinhos."

- Dieter F. Uchtdorf -

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

♥ Quando a Vida Parece Injusta

 14 de Dezembro de 2010 
Quando a Vida Parece Injusta

     Conta a história de uma menina chamada Heather Erickson. Ela quase não tinha controle do próprio corpo devido a uma doença muito séria. Só havia um meio de comunicar-se: a família fazia-lhe perguntas. Se a resposta fosse “sim”, ela encarava quem tivesse feito a pergunta, se fosse “não” ela piscava. Heather e a família tornaram-se muito hábeis nesse tipo de comunicação. Apesar de suas deficiências, quando se comunicava, freqüentemente, ela expressava o amor especial que sentia por Jesus. Um dia, o fonoaudiólogo que tratava Heather perguntou-lhe qual era sua música predileta. Ela ficou agitada, ansiosa para dizer ao terapeuta qual era a música de que mais gostava. Finalmente, após três dias de pesquisas e perguntas, identificaram a música: “Minha Alma Hoje Tem a Luz”. (Hinos, nº 151)
A parte favorita de Heather eram os versos que, na letra em inglês, dizem : “E Jesus, atento, pode ouvir / As canções que eu não posso cantar”. O terapeuta perguntou-lhe: “É isso Heather? É isso que gosta nessa música? É o que queria que eu soubesse? Que Jesus está atento e ouve as canções que você não pode cantar?” Heather levantou a cabeça e olhou bem nos olhos do terapeuta com uma expressão que mesclava emoção e alívio no rosto. Ela havia prestado testemunho. 

[Adaptado de: Bruce e Jyce Erickson, When Life Doesn’t Seem Fair (Quando a Vida Parece Injusta), 1995, pp. 49–55.] 

     O Presidente Spencer W. Kimballque foi o 
décimo segundo Presidente da Igreja, disse que uma senhora lhe perguntou: 

Por que as pessoas que menos se empenham na construção do reino parecem ser as que mais prosperam? (...) Nós guardamos o dia do Senhor e freqüentamos as reuniões, eles vão jogar golfe, caçar, pescar e divertir-se. (...) Empregamos muito dinheiro para pagar o dízimo e outras ofertas da Igreja, eles podem gastar tudo o que ganham, que não é pouco, no que bem quiserem. (...) Parece-me que não vale a pena viver o evangelho se quem prospera são as pessoas orgulhosas e que quebram os convênios.” O Presidente Kimball explicou que, um dia, colheremos o que semeamos. Ele disse: “O dia do ajuste de contas é tão certo quanto o passar do tempo e a chegada da eternidade. Todos os que vivem, um dia estarão diante do tribunal de Deus para serem julgados de acordo com suas obras. A sentença final decretará recompensas e punições de acordo com o tipo de vida que tiveram na Terra. (...) O acerto de contas não é diário, mas será feito quando chegar a colheita.”

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

♥ As Bênçãos Prometidas...

 13 de Dezembro de 2010 
As Bênçãos Prometidas...

     "Testifico a vocês que as bênçãos que nos foram prometidas são imensuráveis. Embora se formem nuvens de tempestade, embora a chuva seja derramada sobre nós, nosso conhecimento do evangelho e nosso amor pelo Pai Celestial e por nosso Salvador vão consolar-nos e dar-nos alento e alegria ao coração, se andarmos em retidão e cumprirmos os mandamentos. Não haverá nada neste mundo que possa nos derrotar. 
Meus amados irmãos e irmãs, não temam. Tenham bom ânimo. O futuro é tão brilhante quando sua fé."

- Thomas Spencer Monson -

(Discurso na Íntegra: "Tenham Bom Ânimo", A Liahona, maio de 2009, p. 92.)

♥ Uma Dádiva Divina

 12 de Dezembro de 2010 
Uma Dádiva Divina

    Por alguns momentos deixemos de lado os catálogos de Natal, com seus presentes exóticos. Esqueçamos até as flores para a mãe, a gravata especial para o pai, a boneca mimosa, o trem que apita, a bicicleta há tanto tempo esperada - inclusive os livros e vídeos de 'Jornada nas Estrelas' - e dirijamos nossos pensamentos para as dádivas divinas e duradouras, [inclusive] a dádiva do amor."

- Thomas Spencer Monson -

sábado, 11 de dezembro de 2010

♥ Aquilo Que Honrarei!

 11 de Dezembro de 2010 
Aquilo Que Honrarei!


Nessa época do ano minha família sabe que vou ler meus livros de Natal preferidos e ponderar as  extraordinárias palavras de seus autores. O primeiro será o Evangelho de Lucas — sim, a história do Natal. Então será a vez de Contos de Natal, de Charles Dickens, e por fim The Mansion (A Mansão) de Henry Van Dyke.

Sempre tenho que enxugar os olhos ao ler esses escritos inspirados. Eles tocam profundamente minha alma, assim como irão tocar a sua. Escreveu Dickens: “Sempre pensei na época do Natal, toda vez que ela chega — (…) como uma época boa: uma época agradável de bondade, perdão e caridade; a única época, segundo me consta, de todo o longo calendário anual, em que homens e mulheres parecem abrir espontânea e liberalmente o coração fechado e pensar sobre as pessoas menos afortunadas verdadeiramente como companheiras na jornada para a sepultura, e não como uma raça de criaturas à parte destinadas a outros tipos de caminhos”.
Em seu clássico Contos de Natal, o agora arrependido personagem de Dickens, Ebenezer Scrooge, finalmente declara: “Honrarei o Natal em meu coração e lembrar-me-ei dele o ano todo. Viverei no Passado, no Presente e no Futuro. Os Espíritos desses três estarão sempre comigo. Não fecharei meu coração para as mensagens que cada um deles ensina”.

Nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo — Aquele que foi um homem sobrecarregado “[de] dores, e experimentado nos trabalhos”— fala a cada coração aflito e concede a dádiva da paz: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou: não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”.

- Thomas Spencer Monson - 

Meu Aniversário! ^^ - Obrigada a todos que tornaram este dia tão mais especial para mim. Amo-os profundamente. ♥

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

♥ "Para Que Não Enfraqueçais..."

 10 de Dezembro de 2010 
"Para Que Não Enfraqueçais..."

"A vida de uma pessoa (...) não pode ao mesmo tempo ser cheia de fé e repleta de aflições. (...)
Portanto, como podemos realmente esperar deslizar inocentemente pela vida, como se disséssemos: 'Senhor, dá-me experiência, mas não a dor, o sofrimento, a angústia, a oposição, a traição e nem - principalmente -  o abandono. Afasta-me, ó Senhor, de todas as experiências que fizeram de Ti o que Tu és! Depois, permita-me voltar e habitar Contigo e compartilhar plenamente de Tua alegria!' (...)
É preciso fé real (...) para suportar esse processo de desenvolvimento necessário, porém doloroso."

- Neal Ash Maxwell -

♥ Exemplo a ser seguido.

 9 de Dezembro de 2010 
Exemplo a ser seguido.

"Não precisamos esperar um evento cataclísmico, um acontecimento drástico no mundo em que vivemos, ou um convite especial para que sejamos um exemplo a ser seguido. As oportunidades estão diante de nós aqui e agora. Mas elas são efêmeras. É provável que surjam em sua própria casa e nos atos cotidianos de sua vida. Nosso Senhor e Mestre indicou o caminho: '[Ele] andou fazendo o bem' (Atos 10:38). Ele é verdadeiramente nosso exemplo a ser seguido, sim, o exemplo dos fiéis. E nós?"

- Thomas Spencer Monson -

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

♥ Decidir Hoje!

 8 de Dezembro de 2010 
Decidir Hoje!


"Não permitam que o temor sobrepuje seus esforços. (...) O temor não vem de Deus, mas do maligno. O adversário de toda a verdade deseja fazer com que nosso coração relute em realizar qualquer esforço. Ponham de lado esse temor e sejam valentes na causa da verdade, retidão e fé. Se decidirem hoje que seguirão esse rumo na vida, não precisarão tomar essa decisão novamente."


- Gordon Bitner Hinckley - 

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

♥ Cunhas Ocultas

 7 de Dezembro de 2010 
Cunhas Ocultas

"Aquele que não perdoa destrói a ponte que ele próprio precisará atravessar se desejar atingir o céu, porque todos precisamos de perdão."
- George Herbert -

    Há pessoas que têm dificuldade em perdoar a si mesmas e se apegam a suas supostas imperfeições. Gosto muito da história de um líder religioso que se colocou ao lado de uma mulher que estava morrendo, tentando confortá-la, mas sem ter sucesso. "Estou perdida", disse ela. "Arruinei minha vida e a de todos a meu redor. Não há esperança para mim".
O homem notou um retrato de uma linda menina sobre a cômoda.
"Quem é ela?" perguntou ele.
A mulher ficou radiante. "Ela é minha filha, a única coisa bela em minha vida".
"E você a ajudaria se ela estivesse com problemas ou tivesse cometido um erro? Você a perdoaria? Ainda continuaria a amá-la?"
"Claro que sim!" exclamou a mulher. "Eu faria qualquer coisa por ela. Por que me pergunta isso?"
"Porque quero que você saiba", disse o homem, "que, figurativamente falando, o Pai Celestial tem um retrato seu sobre a cômoda Dele. Ele a ama e irá ajudá-la. Peça Seu auxílio".
Uma cunha oculta que impedia sua felicidade foi removida. [...] As sombras do desespero são dispersas pelos raios de esperança, a tristeza é substituída pela felicidade, e o sentimento de estarmos perdidos na multidão desaparece com a certeza de que o Pai Celestial Se importa com cada um de nós.

"Errar é humano, perdoar é divino".
- Alexander Pope - 

Citado por Thomas Spencer Monson

(Discurso na íntegra: "Cunhas Ocultas" - A Liahona de Conferência Geral, Julho de 2002, Páginas 19-22.)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

♥ Fogueira sempre acessa

 6 de Dezembro de 2009 
Fogueira sempre acessa


"Qualquer coisa que não nos aproxima de Deus, afasta-nos Dele. Não existe um espaço intermediário, uma área nebulosa e cinzenta onde possamos cometer um pecado insignificante sem regredirmos espiritualmente. Por essa razão, precisamos arrepender-nos e vir a Cristo diariamente, ajoelhados e submissos, para impedir que a fogueira do testemunho seja apagada pelo pecado."


- Joseph Bitner Wirthlin - 



domingo, 5 de dezembro de 2010

♥ Uma Lembrança Natalina

 5 de Dezembro de 2010 
Uma Lembrança Natalina


Em casa, num cantinho escondido, guardo uma pequena bengala preta de cabo prateado que pertenceu a um parente distante. Querem saber por que guardo esse objeto há mais de 70 anos? Há um motivo especial. Quando menino, participei de uma peça de Natal em nossa ala. Tive o privilégio de ser um dos três Reis Magos. Com um turbante, a capa do piano de minha mãe enrolada nos ombros e aquela bengala preta na mão, recitei minhas falas: "Onde está aquele que é nascido reis dos judeus? Porque vimos a sua estrela no oriente, e viemos a adorá-lo" (Mateus 2:2). Lembro-me claramente do que senti no coração quando nós, os três "Reis Magos", olhamos para cima e vimos uma estrela, viajamos até o outro lado do palco, encontramos Maria com o menino Jesus, e então caímos por terra e O adoramos, abrindo nossos tesouros e apresentando nossos presentes: ouro, incenso e mirra.
Gostei particularmente do fato de não termos voltado ao malvado Herodes para trair o menino Jesus, mas sim, obedecido a Deus e partido por outro caminho.
Os anos se passaram, mas a bengala de Natal continua a ocupar um lugar especial em meu lar. Em meu coração ela representa um compromisso de dedicação a Cristo.


- Presidente Thomas Spencer Monson -